endereço IP

IP

internet O endereço IP (Internet Protocol) pode ser considerado como um conjunto de números que representa o local de um determinado equipamento (normalmente computadores) numa rede privada ou pública.
Para um melhor uso dos endereços utiliza-se a forma de endereços de domínio, tal como "http://celestinoxp.blogspot.com". Cada endereço de domínio é convertido num endereço IP pelo DNS. Este processo de conversão é conhecido como resolução de nomes de domínio.

*O DNS (Domain Name System) opera segundo duas funções:
- Examinar e atualizar a sua base de dados.
- Resolver nomes de domínios nos endereços de rede (IPs).
Resumidamente o DNS traduz nomes para os endereços IP e endereços IP para nomes respectivos, permitindo a localização de hosts num domínio determinado.

Analisando o endereço IP
O endereço IP é uma seqüência de números composta de 32 bits. Esse valor consiste num conjunto de quatro grupos de 8 bits. Cada conjunto é separado por um ponto e recebe o nome de octeto ou simplesmente byte, já que um byte é formado por 8 bits. O número 172.31.110.10 é um exemplo. Repare que cada octeto é formado por, no máximo, 3 caracteres, sendo que cada um pode ir de 0 a 255.

Os dois primeiros octetos de um endereço IP são geralmente usados para identificar a rede. Em lugares com várias redes, pode-se ter, por exemplo, 172.31 para uma rede e 172.32 para outra. Quanto aos últimos dois octetos, eles são usados na identificação de computadores dentro da rede. Por exemplo, numa rede com 400 PCs, podem usar-se as faixas de 172.31.100.1 a 172.31.100.255 e 172.31.101.0 a 172.31.101.255.

Como os endereços IP usados em redes locais são semelhantes aos IPs da internet, usa-se um padrão conhecido como IANA (Internet Assigned Numbers Authority) para a distribuição de endereços nestas redes. Assim, determinadas faixas de IP são usadas para redes locais, enquanto que outras são usadas na internet. Como uma rede local num prédio não se comunica a uma rede local noutro lugar (a não ser que ambas sejam interconectadas) não há problemas de um mesmo endereço IP ser utilizado nas duas redes. Já na internet, isso não pode acontecer. Nela, cada computador precisa de um IP exclusivo.

O padrão IANA divide a utilização de IPs para redes em, basicamente, 3 classes principais e duas que podem ser consideradas secundárias. Essa divisão foi feita de forma a evitar ao máximo o desperdício de endereços IPs que podem ser utilizados numa rede:

Classe A: 1.0.0.0 até 126.0.0.0 - Permite até 16.777.216 de computadores em cada rede (máximo de 126 redes);

Classe B: 128.0.0.0 até 191.255.0.0 - Permite até 65.536 computadores numa rede (máximo de 16.384 redes);

Classe C: 192.0.0.0 até 223.255.255.254 - Permite até 256 computadores numa rede (máximo de 2.097.150 redes);

Classe D: 224.0.0.0 até 239.255.255.255 – multicast

Classe E: 240.0.0.0 até 255.255.255.255 multicast reservado

As três primeiras classes são assim divididas para atender as seguintes necessidades:
- os endereços IP da classe A são usados em locais onde é necessário poucas redes, mas uma grande quantidade de máquinas nelas. Para isso, o primeiro byte é usado como identificador da rede e os demais servem como identificador dos computadores;

- os endereços IP da classe B são usados nos casos onde a quantidade de redes é equivalente ou semelhante à quantidade de computadores. Para isso, usa-se os dois primeiros bytes do endereço IP para identificar a rede e os restantes para identificar os computadores;

- os endereços IP da classe C são usados em locais que requerem grande quantidade de redes, mas com poucas máquinas em cada uma. Assim, os três primeiros bytes são usados para identificar a rede e o último é utilizado para identificar as máquinas.

Quanto às classes D e E, elas existem por motivos especiais: a primeira é usada para a propagação de pacotes especiais para a comunicação entre os computadores, enquanto que a segunda está reservada para aplicações futuras ou experimentais.

*Nota: Há vários outros blocos de endereços reservados para fins especiais. Por exemplo, o endereço 127.0.0.1 refere-se à própria máquina, isto é, ao próprio host, razão esta que o leva a ser chamado de localhost.

Fonte: Informatic Space

Partilhar no Google Plus

0 comentários :